Vinícolas por todo o país

É quase impossível não associar o vinho ao judaísmo. Ele está presente na Torá e na mesa das famílias judias, em dias de festas ou uma vez por semana no kabalat shabat (sexta feira de noite). Eu lembro que com 15 anos comecei a gostar de vinho durante as festas quando provei um vinho de kiddush (reza), estes mais docinhos. Hoje aprecio praticamente todos os tipos mas meu gosto ficou apurado e vinho doce, nem pensar!

Apesar das evidências de que o vinho tenha sido produzido na região há mais de 2000 anos, o vinho israelense só começou a ser comercializado nos anos 80 também como uma forma de promover o país para os judeus que moravam fora: você comprava uma garrafa em Israel e levava de presente. Em 1983 o vinho produzido nas Colinas de Golan sofreram uma revolução na sua qualidade e começaram a ganhar prestígio internacional. Em 1990 começaram a surgir pequenas vinícolas. Hoje Israel tem mais de 400 vinícolas espalhadas por todo pais que produzem mais de 40 tipos de uvas- 150 vinícolas são estilo boutique que produzem menos de 100 mil garrafas ao ano.

Eu visitei algumas delas nos últimos meses…

Israel é pequeno, mas tem todas as condições dos grandes países para produzir vinhos de qualidade, com uma variedade incrível de micro-climas. Os vinhos aqui produzidos são: seco, semi-seco, doce e espumante e as uvas mais comuns são: chardonnay, sauvignon blanc, Carbernet Sauvignon e Merlot. As vinícolas estão espalhadas por todo o país e podemos encontrar algumas bem próximas de Tel Aviv e Jerusalém, ao contrario de países da Europa onde é preciso viajar longas distâncias para conhecer regiões de vinho.

Vou deixar uma lista de boas vinícolas de acordo com a região:

Judéia (região entre Tel Aviv e Jerusalém)

Castel– super premiada, um dos melhores vinhos israelenses

Flam

Sea Horse

Sphera– bons vinhos brancos

Mony– localizado em um monastério

Costa Marítima

Benhaim– muito próxima de Tel Aviv, na cidade de Ramat Hasharon

Amphorae– próxima de Haifa, lugar lindo!

Vitkin– vinhos bem mediterrâneos como grenache e petit syrah

Tulip– produzido por pessoas com necessidades especiais. Lindo trabalho!

Galiléia e Colinas de Golan

Ortal– boa seleção de grenache e syrah

Dalton, Galil Mountain, Chateau Golan e Tabor– todas muito premiadas

No desserto também temos vinícolas que utilizam da tecnologia para irrigação e produção. São elas: Sde Boker, Ramat Negev e Yatir

Para agendar visita

Você pode escolher entre uma vinícola boutique familiar ou uma vinícola maior. Para visitas é necessário reservar com antecedencia, as vezes com duas semanas antes! Elas não abrem sábado. As visitas incluem um passeio, degustação de vinhos e pratos de queijos que custam entre 60-90 nis mas vale lembrar que em Israel é proibido beber e dirigir então talvez a melhor opcão seja contratar um motorista ou combinar que quem dirige não bebe.

Aproveitem e Lehaim!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s